sábado, 6 de fevereiro de 2010

Os Olhos do Dragão


No distante reino de Delain, reina Rolando, que apesar de ser um bom rei e tentar fazer o máximo para amenizar o sofrimento de seus súditos, nunca conseguiu realizar grandes obras. Enquanto sua esposa, a bondosa rainha Sacha era viva, Rolando seguia os sábios conselhos dela ele foi capaz de aliviar as dificuldades de seu povo, e sempre lembrada por sua bondade, Sacha foi muito amada naquele reino mas também provocou o ódio de um poderoso inimigo, Flagg, o conselheiro e feiticeiro da corte, que não queria perder o poder sobre as decisões do rei.

De uma forma um tanto suspeita, a rainha Sacha morre, restando a Rolando somente seus dois filhos, Pedro e Tomás.

Agora o misterioso Flagg planeja por em ação seus planos secretos, mas para isso ele precisaria transpassar alguns obstáculos à sua frente: livrar-se de Rolando, e afastar Pedro, o filho mais velho, assegurando que o menino Tomás subisse ao trono, o qual ele certamente controlaria facilmente.

“Com a habilidade de sempre, Stephen King constrói uma fantástica fábula, uma luta fascinante que envolve dragões, príncipes e feiticeiros demoníacos. Segundo o escritor esse romance surgiu da tentativa de criar algo que agradasse sua filha que não demonstrava muito interesse no clima de terror que impregnava os filhos do pai. Numa noite no Maine essa história começou a ser contada e King ficou feliz ao ver que conquistava uma nova leitora – Naomi King. Com sua fértil imaginação, King cria um encantador conto de fadas em que a coragem de um jovem príncipe é duramente testada.”


Este livro difere muito dos outros de King, justamente por ser um conto de fantasia. Ele é escrito como se fosse uma lenda sendo contada em voz alta, dando ainda mais um tom de fábula à narrativa.


È uma leitura muito leve, composta por capítulos curtos, que dão ainda mais fluidez no decorrer do enredo. Enquanto o contador narra sua história, ele entrega algumas pequenas “peças” do futuro ao ‘ouvinte/leitor’ fazendo com que este fique ansioso por saber ‘como que isso vai acontecer?’ fazendo com que você devore página por página, se compenetrando cada vez mais nessa deliciosa leitura, que como outros livros do King, deixa um “gostinho de quero mais” no final.

Esse eu realmente indico para todos os leitores que sempre gostaram de fantasia ou para aqueles que querem se iniciar no gênero, pois aqui irá se misturar o clássico e o inusitado, formando uma obra para agradar a todo o público.

Um comentário:

  1. Esse concerteza vou ler, Parabéns pela resenha ficou ótima....seu blog esta mara....bjus elis!!!!

    ResponderExcluir

 
visitantes